5 principais erros do cuidado com a voz

Antes de utilizar supostas soluções populares para acabar com os males que afligem a voz, é importante compreender os hábitos nocivos e o realmente funciona no tratamento vocal. Saúde vocal envolve um conjunto de procedimentos necessários à conservação e longevidade da voz.

1 – Balde de água no canto da sala
Essa prática não funciona. É indicada para quem fica em ambiente fechado com ar-condicionado (e estúdios geralmente são assim). O ar condicionado retira a umidade do ambiente e, automaticamente, do corpo e as vias respiratórias no caso a laringe onde estão as “cordas” vocais. O correto é a ingestão direta de água com maior frequência quando estiver nesse ambiente.

2 – Álcool
Desidrata a mucosa do trato vocal e anestesia o corpo, inclusive a laringe e então você abusa da sua voz e, claro você termina o show rouco! É mito que as bebidas (conhaque, uísque, vodka etc.) aqueçam a voz! O que acontece é a perda da inibição e o aumento da temperatura interna do corpo pelo efeito vasodilatador.

3 – Gengibre e spray de mentol, própolis …
Possuem um efeito antibactericida, isso é comprovado. Só que, por outro lado, eles anestesiam a prega vocal. Então você acaba perdendo a sensibilidade e passa a abusar inconscientemente da voz. O correto é usar quando há infecções mas que não se faça uso da voz durante o tratamento. Portanto não usar antes do show!

4 – E o mel, é bom?
O mel proporciona uma sensação de alívio e não tem a propriedade de anestesia. Mas não é indicado o uso antes de cantar pois a viscosidade (“engrossa”) e a quantidade da saliva são alteradas dificultando a lubricação ideal para o canto. Antes do uso da voz, é recomendável comer uma maçã, pois é adstringentes, deixa a saliva “fina” lubrificando melhor o atrito entre “cordas” vocais.

5 – Gargarejo com limão e vinagre funciona?
Tanto o limão, quanto o vinagre, se usados a longo prazo, destroem a mucosa do caminho percorrido pela voz. Portanto, não devem ser usados. O gargarejo deve ser indicado pelo médico em caso de infecção na garganta associado a algum medicamento.

Comentários

comments

Sobre o Autor

Bruno Francesco

Formado em Publicidade, MBA em Marketing Digital e Músico. Mantém as duas carreiras: publicitário e cantor.

Visit Website

One Comment

  1. Gilvan Studios 25 de novembro de 2013

    quando eu começo a cantar sem beber nada,
    basta eu cantar 3 musicas num tom meio alto
    e fico logo roco, e ai eu me sinto obrigado a bebe
    bebidas alcolicas mais quero parar de bebe
    o que devo fazer pra cantar e não ficar roco
    na mesma hora?

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*